Seja bem vindo ao nosso blog!

Olá! seja bem vindo ao Blog D’Angelo, aqui você irá encontrar diversas matérias com dicas sobre massas, curiosidades italianas, curiosidades sobre a comida italiana, poderá saber um pouco mais sobre nossos pratos e ainda poderá acompanhar as novidades da Cantina Italiana D’Angelo!

Inscreva-se em nossa newsletter e fique atendo sobre todo conteúdo que apresentaremos para você!

Um pouco de nossa História

Ângelo Lazzurri, italiano nascido em Lucca, veio para o Brasil com nove meses de idade trazido pela família que fugia da devastada Itália do pós-guerra. Sempre sob a influência da genuína culinária italiana praticada com excelência por sua mamma Alfredina, Ângelo cultivava desde menino o sonho de ter um restaurante. Este sonho veio a se realizar com o seu retorno a Mogi das Cruzes quando em 13 de dezembro de 1996, motivado e com grande apoio de sua família, fundou a Cantina Italiana D’angelo e assim colocando em prática os ensinamentos da mamma Alfredina, vem a quase duas décadas atendendo seus amigos e clientes com o melhor da culinária italiana!

Coma macarrão todos os dias

Quando o assunto é o bom e velho macarrão, um dos pratos mais populares nos quatro cantos do mundo, o que não faltam são surpresas. Começando do começo, vale saber que estamos falando de um prato que não foi inventado pelos italianos.

“Os verdadeiros criadores da massa, do modo como a conhecemos hoje, foram os árabes, que circularam tanto pela Sicília quanto pela península Ibérica, no período da Idade Média. Eles foram provavelmente os responsáveis por introduzir o macarrão na Itália, onde a receita foi aprimorada e se disseminou para o resto do mundo”, explica o coordenador do curso de gastronomia do Complexo Educacional FMU, Marcelo Malta. No Brasil, a receita da macarronada chegou pelas mãos das nonas que imigraram para cá muito tempo depois, nos idos do século XIX.

Também foram os árabes que, no século XI, introduziram os princípios da dieta que se difundiu por todo o baixo Mediterrâneo e que ainda hoje é considerada uma das mais saudáveis do mundo. Ela defende o consumo moderado de massasqueijos vinhos e, nas palavras do antropólogo italiano Franco La Cecla, estudioso do assunto, é muito mais do que uma regra, uma norma a orientar a alimentação.

Com o passar do tempo, o prato não perdeu o glamour, mas deixou de ser associado ao ideal de saúde. Pior que isso: começou a ser apontado como um vilão da boa forma, precursor de males típicos da nossa época, como o colesterol alto e o diabetes.

Felizmente, uma nova leva de pesquisas vem fazer justiça ao alimento que é um dos mais apreciados do planeta, resgatando o direito único e insubstituível de apreciar um prato de massa sem nenhuma culpa. (mais…)